Na mitologia grega, Anfitrite, uma deusa do mar, era filha de Nereu ou de Oceano, e esposa de Posêidon. Tritão, filho de Posêidon e Anfitrite, era um deus violento, comumente representado com uma concha marinha na mão. Quando a soprava, produzia um ruído muito potente.


A Praça Buenos Aires foi inaugurada em setembro de 1913 pelo então prefeito Raymundo Duprat, tendo sido projeto do arquiteto e paisagista francês Bouvard. No entanto, é provável que o chafariz e outras esculturas tenham sido implantadas na praça apenas por volta de 1920, segundo documentos históricos, onde também se identifica que as esculturas teriam vindo da França.


O projeto e obra foram desenvolvidos a convite da Prefeitura de São Paulo dentro do plano de restauração para a praça. Os elementos escultóricos estavam em acentuado grau de desgaste, nunca tendo recebido proteção ou qualquer intervenção de restauro nestes quase 90 anos de existência. Desenvolvemos projeto e obra, tendo ficado o restauro artístico a cargo do Atelier Júlio Moraes, nosso parceiro constante. Foi executada toda a revisão hidráulica e elétrica do chafariz, tendo sido a obra inaugurada no aniversário da praça, em setembro de 2007.